design-responsivo-a-responsabilidade-de-estar-atualizado

Design Responsivo – A responsabilidade de estar atualizado!

Não há dúvida de que a Internet se tornou o principal meio de divulgação de serviços ou produtos da atualidade. Até os arcaicos empresários da era jurássica, aqueles que há bem pouco tempo viam o online como algo passageiro, ou que servia apenas como suporte para o que era feito no offline, se renderam à era digital e têm investido pesado em ações do gênero.

O desafio agora é fazer com que a informação chegue ao maior número possível de pessoas. O que antes se limitava à televisão e à tela do computador, agora encontra outros meios para fazer com que tudo chegue ao consumidor, que em posse de seu dispositivo móvel tem acesso à Internet em qualquer lugar. É aí que entra em cena o Design Responsivo, assunto que, ultimamente, tem ganhado muito destaque quando a democratização do acesso ao conteúdo está em pauta.

O que é Design Responsivo?

Antes de explicar o conceito, responda: de um modo geral, a qualidade do conteúdo que você vê ao acessar a página de uma empresa através do seu dispositivo móvel é tão boa quanto a da acessada do seu computador? Se a resposta é ‘não’, é sinal de que, embora necessário, o Design Responsivo ainda é desprezado por muitas marcas que ainda não entendem o quão importante isso é.

Design Responsivo é a técnica que promove a adaptação de um mesmo conteúdo para qualquer browser (desktops, dispositivos móveis, etc), zelando, deste modo, por uma ótima experiência de navegação a todos e em todos esses novos meios de comunicação. É, em outras palavras, a adequação do layout de uma mesma página para as mais diversas telas sem tornar limitado o acesso a todas as suas informações.

Por que esta técnica é tão importante?

Porque, conforme dissemos, ela permite que as pessoas recebam o mesmo tipo de informação, seja lá quais forem os meios usados para que isso aconteça. Não se trata de uma questão de estilo ou de se manter antenado. Também não é um investimento do qual se pode abrir mão. É uma questão de necessidade e as empresas deveriam estar mais atentas a isso.

Uma das vantagens do Design Responsivo é o fato de ele tornar a navegação muito mais leve em celulares e tablets. O tempo de carregamento é mais rápido e a experiência nos sites é infinitamente melhor se comparada aquelas que pouco ligam para o conforto dos usuários e que não entendem que isso afeta na redução do tempo de visualização das páginas e, consequentemente, não contribui para o aumento das conversões. A técnica também ajuda a impedir o redirecionamento do endereço sempre que o site for acessado de um dispositivo móvel.

Não deixe seu website para trás

Vale lembrar também que, atualmente, o acesso a smartphones e demais dispositivos móveis está cada vez mais facilitado. Não há como ignorar isso. O cenário agora é outro, tanto é que um celular com Internet já não é mais uma exclusividade de poucos. Não é difícil andar pela rua e ver as pessoas com suas atenções voltadas para os seus aparelhos. Será que todas elas estão recebendo o conteúdo com a mesma qualidade? E outra: será que os visitantes de sites que não se preocupam em oferecer uma experiência de navegação mais amigável chegam satisfeitos ao final dela? Para as duas perguntas, sem dúvida (e infelizmente), a resposta é não.

Entenda por má experiência de navegação problemas de ilegibilidade, deformidade de imagens, botões pouco visíveis e difíceis de serem clicados, além de todos aqueles outros que você, sem dúvida, já enfrentou um dia. Tudo isso precisa ser ajustado, redimensionado a cada dispositivo móvel. Caso contrário, pode fazer com que as pessoas não se sintam mais motivadas a voltar ao seu site.

 

Fonte: freshmedia